|

Projetos e obras

 

A ARM - Águas e Resíduos da Madeira, S.A. está continuamente a desenvolver projetos e obras que visam beneficiar os seus sistemas de gestão de água potável, de águas residuais e de resíduos na Região Autónoma da Madeira.

Destaque

Designação do Projeto: Remodelação e Ampliação dos Sistemas de Abastecimento da Zona Oeste - Municípios de Câmara de Lobos e da Ribeira Brava
Código do Projeto: POSEUR-03-2012-FC-000777
Objetivo Principal: O objetivo principal desta Operação consiste na redução significativa das perdas de águas dos sistemas de abastecimento em baixa geridos pela ARM na Zona Oeste da Ilha da Madeira, contribuindo para a valorização e sustentabilidade do recurso água
Região de Intervenção: Região Autónoma da Madeira
Entidade Beneficiária: Águas e Resíduos da Madeira, S.A.
 
Data de Aprovação: 23-01-2018
Data de Início: 20-06-2016
Data de Conclusão: 30-09-2021
Custo Total Elegível: 8.043.802,89 € 
Apoio Financeiro da União Europeia: Fundo de Coesão - 7.355.927,34 €
Apoio Financeiro Público Regional: 687.875,55 €
 
A presente Operação visa o controlo e a redução de perdas de água nos sistemas de distribuição de água da Zona Oeste da ilha da Madeira (Concelhos de Câmara de Lobos e Ribeira Brava com exclusão da Freguesia do Curral das Freiras que possui um sistema de abastecimento de água autónomo), o aumento da fiabilidade de ativos, a melhoria da eficiência operacional e da qualidade dos serviços prestados.
Este investimento contribuirá para o aumento da eficiência dos sistemas de abastecimento de água (AA) em virtude do melhoramento das infraestruturas, da adequação dos níveis de pressão da rede e da implementação de zonas de medição e controlo (ZMC), proporcionando, desta forma a redução de número de falhas e uma gestão eficiente e otimizada dos sistemas em causa.
Através da substituição de condutas antigas compostas por material desadequado e prejudicial, bem como, da construção de novas redes de abastecimento de água a populações ainda não servidas pelo serviço público, este investimento contribuirá para eliminar/minorar riscos para a saúde pública e ambiente, assegurando o abastecimento de água com adequada qualidade às populações. Contribuirá ainda para a valorização e sustentabilidade do recurso água, através da redução do desperdício/perda assegurando o equilíbrio entre as necessidades e as disponibilidades.
Integram-se no âmbito desta operação os investimentos "em baixa" na reabilitação/remodelação das infraestruturas lineares pontuais, a substituição e,ou ampliação dos diâmetros de tubagens em locais onde o material ou o diâmetro inadequado sejam causas de frequentes roturas, a implementação de ZMC's para mais eficiente controlo de perdas e a instalação de contadores em pontos sem medição, que não permitem sequer conhecer e controlar perdas técnicas e comerciais.
Estão ainda previstos investimentos que aproveitam a circunstância de estarem na área de influência de sectores onde se vão realizar substituições de condutas, tais como, a beneficiação/reforço de infraestruturas dos sistemas de AA (intervenções de beneficiação de reservatórios, captação de água e estação elevatória), a extensão da rede de abastecimento de água a populações ainda não servidas, a substituição de condutas constituídas por materiais desadequados, a instalação de hidrantes bem como a publicidade e divulgação da operação.